A imaturidade Espiritual

11/05/2018 16:33

Resultado de imagem para A imaturidade Espiritual

Em 1Co. 3.1,2, o apóstolo Paulo compara o crente imaturo com uma criança. De si próprio, diz que quando era menino falava, sentia e pensava como menino, mas, quando chegou a ser adulto, desistiu das coisas de menino (1Co. 13.11).

 

 Baseados nisso podemos dizer que a imaturidade pode ser observada no falar, no sentir e no pensar:

 

  1. (Imaturidade no falar a) Não consegue expressar adequadamente conflitos interiores.
  2. Fala sempre do que lhe vem à cabeça: Não pondera.
  3. É chantagista. Se não consegue o que quer fica emburrado.
  4. Fala de seus sonhos e fantasias como se fosse realidade.
  5. Imaturidade no pensar.
  6. Vive despreocupadamente como se o amanhã não existisse.
  7.  É extremamente egoísta. Pensa que o mundo existe só por causa dele; tudo deve girar em torno de si.
  8.  Não tem senso de limite. Tudo aquilo que pensa, quer que seja realizado, e imediatamente.
  9. Possui pensamento mágico. Pensa que tudo pode acontecer num simples passe de mágica, como se não exigisse esforço algum.
  10. Imaturidade no sentir. Não consegue dominar as próprias emoções.
  11. Não consegue se colocar no lugar do outro. Julga com muita facilidade.
  12. Não consegue fazer nada sozinho, sempre tem de ser acompanhado.
  13. Tudo o que é novo e desafiante lhe causa medo e entra em pânico.
  14. É extremamente preocupado com a opinião dos outros.
  15. Não é capaz de dar sem receber algo em troca. Amar é trocar, egoísta.

 

Algumas manifestações da língua que devem ser extirpadas do caráter cristão: - Fofocas. É o falatório, tagarelice, notícia dada com o intuito de promover inimizade ou denegrir a imagem alheia (Lv. 19.16); - Murmuração. É muito comum e abominável. Murmura- ção contra a liderança, contra as decisões da igreja, etc. (1Co. 10.10; Fp. 2.14,15). A maturidade no conhecimento bíblico é encontrada naqueles que habitam em algo além dos princípios elementares (Hebreus 5:12-6:20). Eles aprenderam que a justiça,

misericórdia e fé são as bases nas quais suas preocupações com dízimo de hortelã e cominho terão validade. Ignore o primeiro e a pessoa se torna hipócrita (Mateus 22:23-24). Ela pode coar o mosquito e engolir um camelo

Semelhantemente às murmurações, existem as queixas, os resmungos, os protestos e as lamentações; - Calúnia. É a acusação falsa ou maliciosa contra o moral de alguém (Sl. 15.3); - Repreensões sem amor. Geram amargura, apagam o Espírito e machucam as pessoas; Estes talvez sejam os mais graves, mas ainda existem muitos outros como insulto, grosseria, piadas obscenas, ofensas, expressões iradas, gritarias, ironias, escárnio e gozações. Tudo isto deve ser vencido, pois procedem da carne e a carne é inimizade contra Deus. 

 Devemos mudar as conversações. Tudo o que falarmos deve ser para edificação (Ef. 4.29). Tudo o que falarmos deve ter como alvo revelar Jesus Cristo (Cl. 3.17).  O Pessimismo Trata-se de uma das mais evidentes características do nosso século. O pessimismo é uma posição derrotista e fatalista, completamente contrária à atitude da fé e confiança dos filhos de Deus. O pessimismo se manifesta de muitas formas, É um estado de ânimo muito contagioso e extremamente maligno. Sua origem sem dúvida, está no egocentrismo. A vitória vem na fé e confiança em Deus. A fé é a vitória que vence o mundo. Fé é olhar para as coisas e vê-las como elas realmente são e podem ser, e não como o diabo quer que as vejamos (Hb. 11.1; 2Co. 4.17,18). Resista com firmeza a todo espírito de angústia, ansiedadedepressão, desânimo e melancolia pecaminosa (Ef. 4.27; Tg. 4.7). E - O retribuir mal com o mal existe certas atitudes que nós fazemos de forma involuntária ou inconsciente.

 Uma delas é retribuir o mal que nos fazem. É verdade que muitas vezes premeditamos uma vingança, mas o mais comum é fazermos automaticamente. Este comportamento é sintoma de orgulho e precisa passar pelo processo da cruz de Cristo. O desejo de retribuir se manifesta de muitas formas: Rancor, ressentimentos, insultos, retirar a palavra ou a saudação, tratar com desprezo, alegrar com a desgraça do outro, uso da Bíblia para repreender, vingança, calúnias, tratar com indiferença e muito mais. (Ef. 4.32; 1Ts 5.15; 1Pd. 2.21-13) - por estes trechos vemos que a nossa atitude deve ser: Sofrer o mal e não se defender; - Perdoar de coração o agressor; Dar graças a Deus por tudo; - Vencer o mal com o bem, o contrário do que recebemos.

 

Voltar

Contato

Revelações e Notícias

84 987457484

© 2016 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode